junho 8, 2015 Juliana Pritsch

um chapéu para cada cabeça

já dizia jung, que o chapéu que cobre a cabeça assume os significados do que se passa dentro dela…

além de ‘refletir’ a nossa personalidade, materializando-a através do estilo ou identidade que se queira assumir, o chapéu também protege o rosto dos raios solares e aquece a cabeça nos dias mais frios, acrescentando um toque diferenciado aos looks.

“os chapéus podem prover proteção contra os elementos, expressar o seu estilo e criatividade, refletir o seu status e atitude – e escondê-la [o] num daqueles dias em que o cabelo “não toma jeito”.” toby fischer-mirkin

mais do que um simples acessório, ele complementa a vestimenta, agregando valor [positivo ou negativo] a sua imagem.

dai a importância de se ater ao modelo mais adequado, que tenha a ver com o seu estilo, esteja de acordo com a roupa escolhida e, mais do que tudo isso, realçe os traços da sua face, adaptando-se ao seu tipo físico.

sim, isso mesmo…

assim como seu biotipo, o formato do rosto é determinante no uso de todos os complementos que você pode utilizar… existem alguns tipos de formato que favorecem ou brigam com determinando tipo de acessório… a regra geral é buscar harmonia: não ir ao extremo de ficarmos com tudo muito angular ou tudo arredondado chamando a atenção no rosto. equilíbrio… é a palavra chave”. [christiana francini]

mais do que usar o chapéu ‘da moda’, é preciso, antes de qualquer coisa, verificar se ele favorece a sua imagem, observando o formato do seu rosto e corpo.

portanto:

– se você tem rosto oval [testa arredondada não muito larga e linhas das maçãs e queixo levemente arredondadas], opte por modelos com copas [parte de cima] médias ou baixas [podem ser menores ou mais retas, caso seu rosto seja bem alongado] e abas proporcionais [podem ser viradas para cima];

oval

– se você tem rosto redondo [sem ângulos definidos, é mais largo na linha das maçãs do rosto, estreitando na testa e queixo] escolha chapéus com copas medianas a altas e estruturadas, com abas proporcionais [nos bonés, prefira os com abas mais retas] para alongar o rosto;

redondo

– se você tem rosto quadrado [traços bem definidos, com linhas laterais retas e maxilar com largura semelhante a da testa – pode ser retangular caso o rosto seja um pouco mais longo], invista em modelos que suavizem essas linhas, com abas maiores [nos bonés, dê preferência aos de abas mais curvas, podendo usa-los virados para trás] e copas arredondadas, de tamanho médio a alta [uma leve inclinada é indicada para suavizar os traços]

quadrado

– se você tem rosto triangular [testa larga e mandíbula estreita], prefira chapéus com copa e abas arredondadas e em tamanhos menores [não devem ultrapassar a linha do rosto e podem ser usados inclinados para suavizar as linhas do rosto] ;

triangulo

– se você não tiver muita altura, prefira os modelos com aba média a curta, para equilibrar a silhueta;

– se estiver acima do peso, escolha modelos com copa mais alta e abas médias, para alongar o pescoço, deixando o rosto e corpo mais ‘finos’.

– se seu rosto for muito pequeno, evite inclinar os chapéus ou bonés, para não achatá-lo

– se a sua testa for muito grande, um modelo com copa média a pequena é uma boa opção para dar equilíbrio [evite inclinar boné ou chapéu para não destacar mais ainda a testa].

no mais, é só abusar da sua ‘chapeutitude’!!!

na próxima newsletter, conto aonde encontrar vários modelos de chapéus, com preços ótimos!!!

inscreva-se e fique por dentro!!!

 

 

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Receba dicas no seu e-mail

Informe seu nome e e-mail logo abaixo e mantenha-se informado sobre as nossas publicações e receba dicas de imagem e moda.

Suas informações não serão compartilhadas e nem serão usadas sem a sua prévia autorização.