junho 2, 2015 Juliana Pritsch

calça justa e botas

com a chegada dos dias mais frios [ao menos aqui no sul], a tendência [da maioria das mulheres] é valer-se das calças mais ajustadas, em jeans [skinny] ou outros tecidos [leggins, montarias], principalmente em função das botas [curtas, do tipo montaria ou as otks].

porém, esse tipo de modelagem não favorece todos os tipos físicos, pondendo comprometer a aparência [basta dar uma olhada por aí], por chamar a atenção para pontos ‘críticos’ de seu corpo, entre outros detalhes…

BeFunky Collage

“quando falamos em reconhecer e vestir-se para seu tipo físico, falamos em reconhecer e vestir-se para seu formato de corpo, características físicas (tamanho do busto, comprimento do braços etc. ) e estrutura física (combinação entre estrutura óssea, altura e peso)”. ana vaz

quem tem ombros, cintura ou quadris largos, por exemplo, deveria optar por modelos diferenciados de calças, para dar proporção e equilibar a silhueta.

mas, se, mesmo assim, você quiser [continuar a] usa-las, é pertinente tomar alguns cuidados, que vão ajudar a amenizar os efeitos negativos que essas calças agregam a sua imagem.

e tudo [mais uma vez], vai depender do formato do seu corpo!!!

se o seu ‘peso visual’ estiver localizado na parte de baixo, opte por modelos em cores mais escuras e opacas, sem detalhes que possam chamar mais a atenção para essa região, procurando não fazer contrastes com as botas.

já, se estiver pontuado em cima, a escolha mais apropriada são as calças em cores mais claras e com detalhes, estampas ou texturas, de forma a ‘[re] equilibrar a harmonia corporal, podendo haver diversidade de cores com as botas, caso você tenha pernas longas ou seja alta, ou não, mantendo-se a uniformidade de tons, na eventualidade de ser baixinha ou ter pernas curtas [botas com salto, nesse caso, são ótimas aliadas].

BeFunky Collage.jpg1 BeFunky Collage.jpg2

cada silhueta é única e o ideal é analisar os pontos fortes e fracos [levando em consideração os eventuais complexos que se tenha] pessoalmente e de forma particular, para concentrar os comprimentos, detalhes, cores e volumes nos locais apropriados.

com isso, você vai aprender [mesmo usando peças que não a valorizem por completo] a direcionar as suas escolhas e aprimorar a sua imagem de acordo com o que é, quer ou necessita ser.

o importante é usar o que se gosta, mas da forma que mais lhe favoreça!!!

Tagged: , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Receba dicas no seu e-mail

Informe seu nome e e-mail logo abaixo e mantenha-se informado sobre as nossas publicações e receba dicas de imagem e moda.

Suas informações não serão compartilhadas e nem serão usadas sem a sua prévia autorização.